03/02/2013


Dor  Doída



                                   Marisa Pompermaier

Queria não ter
 as palavras
para que  tu pudesses
sentir
sem que eu falasse.

tão triste momento...
eu ter que dizer
que estou indo
porque te amo.

Sinto que não podes
sustentar nosso amor.
talvez não tenhas coragem
de me dizer,
mas eu sinto.

E porque sinto
e porque te amo,
eu vou.

Levo todo o amor,
todos os sonhos,
todas as lembranças
de um amor imortal.

Nada sou,
nem nunca serei 
Nada
sem você.

Agradeço cada
pedaço de mim
que você plantou

E te digo,
com todas as letras
te levo pra sempre
meu
eterno amor






Nenhum comentário:

Postar um comentário