06/01/2013




by Marisa Pompermaier

Me vesti de festa
para comemorar
o que sou
e o que ainda
me falta.

Festa em mim
porque descobri
que estou viva
e nada impede
meu novo sorriso

Dei férias às lágrimas
Ignorei teorias
lapidei novos pensamentos
me encontrei
em mim mesma.

Já consigo 
andar sozinha
me libertei
da simbiose.
Fiz as pazes
comigo.

Voltei a ser
aquilo que eu era
antes da tempestade


Nenhum comentário:

Postar um comentário