18/08/2012



enquanto restarem flores

                         imagem:deviantart.



                                                                              marisa pompermaier


a estação das flores
não acaba.
é permanente.
enquanto umas se recolhem
do inverno
outras vem
é o ciclo da vida.


o frio as amedrontou ,
e o seu lugar ninguém tomou,
o lugar é aqui.

a estação é inviolável.
alguns percalços,
coisas do caminho. 

é preciso enriquecer
o substrato 
para que voltem inteiras.

levam consigo  a dor
e, sendo apenas flor,
não resistir às intempéries.

explode a semente,
rasga a terra
tão viva, tão bela.
à espera daquela...

o jardim se refaz!
basta que as flores
decifrem em 
seu vocabulário
seiva e cor, 

cenário de amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário